Como não gozar rápido? Dicas de como controlar a ejaculação

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Lidar com a ejaculação precoce é bem mais comum do que a maioria imagina, e enquanto grande parte dos homens costuma se gabar de seu desempenho sexual, a verdade é que em muitos casos, não é bem assim, e acredite, você não está sozinho. Entre 20% e 30% dos homens têm problemas com ejaculação precoce, e esta questão sexual muitas vezes bastante incômoda pode afetar homens de qualquer idade.

Podendo causar problemas emocionais, psicológicos e afetar muito a autoestima, a ejaculação precoce parece um problema difícil de se resolver, mas há certos caminhos que podem ser tomados para evitá-la, e inicialmente conversar com sua parceira e com seu médico pode ser uma das chaves para conseguir deixar esse problema para trás de uma vez.

Entenda melhor o que é a ejaculação precoce, porque ela acontece e confira dicas de como não gozar rápido.

O que é a ejaculação precoce?

Nos termos mais simples, a ejaculação precoce ocorre quando um homem não tem controle sobre a ejaculação, e como resultado, ele e sua parceira não conseguem ficar sexualmente satisfeitos. A ejaculação precoce pode acontecer em apenas de 30 segundos a um minuto de penetração, e pode até mesmo ocorrer antes dela. Por mais que esse tempo seja bastante curto, a verdade é que todo homem deve saber que toda aquela atuação de horas que vemos nos filmes pornôs não existe, e que o tempo médio antes que um homem ejacule durante a relação sexual é de cerca de cinco a sete minutos.

O que causa a ejaculação precoce?

A causa exata da ejaculação precoce é desconhecida, mas muitas vezes está enraizada em questões físicas, psicológicas ou emocionais. E é preciso saber que na grande maioria das vezes ela tem um fundo emocional, onde os homens não estão se sentindo confortáveis com suas parceiras, ou estão enfrentando outros problemas de ansiedade relacionado a isso, bem como outros fatores emocionais e psicológicos, como estresse ou depressão, que também podem contribuir para a ejaculação precoce.

Dicas de como não gozar rápido

Os médicos geralmente recomendam tratamentos psicológicos para tratar a ejaculação precoce. Isso pode incluir psicoterapia, bem como aprender maneiras de se comunicar com sua parceiro sobre sua disfunção sexual, entre outros.

Outra estratégia eficaz é trabalhar com sua parceira em maneiras que façam com que você se sinta melhor e que demore mais para gozar, como através da masturbação para treinar seu corpo para que ela não aconteça tão rápido, e na verdade, esses exercícios com a sua namorada podem inclusive ser muito divertido para o relacionamento.

Outras opções de tratamento para ejaculação precoce incluem medicamentos usados ​​para tratar a depressão, como Paxil (paroxetina), Zoloft (sertralina) e Prozac (fluoxetina), e mais uma opção é usar cremes anestésicos coma lidocaína ou o Emla (lidocaína e prilocaína) diretamente no pênis para ajudar a controlar a ejaculação precoce.

Estas terapias podem ser usadas em conjunto ou em diferentes combinações para tratar a ejaculação precoce, e, por sua vez, para melhorar a sua autoestima e vida sexual.

Mas, se você procura dicas práticas, algumas dessas podem te ajudar:

Faça mais sexo: A melhor dica vem em primeiro lugar, é claro. Os homens que sofrem de ejaculação precoce precisam de mais prática, e isso acontece porque a ansiedade por um bom desempenho é, de longe, a causa mais comum da ejaculação precoce, e as questões psicossociais associadas à isso geralmente só podem ser resolvidas aumentando a familiaridade e o conforto entre você e sua parceira, então, aproveite e comece a transar mais!

Masturbe-se antes do sexo: Você provavelmente já ouviu falar dessa dica, e ela realmente funciona. No entanto, é importante lembrar que quanto mais velho você fica, mais tempo seu período pós-orgasmo demora. Ou seja, você irá demorar um pouco mais para conseguir ficar pronto para a próxima do que acontecia na sua adolescência.

Use camisinhas especiais: Alguns caras reclamam que o sexo simplesmente não é tão gostoso com camisinha, mas se você está sofrendo com ejaculação precoce, essa pode ser uma boa dica para você. Por amortecer a fricção e as sensações, preservativos podem ajudar você a aguentar por mais tempo na cama. Se uma camisinha comum não resolver, você pode tentar as camisinhas especiais desenvolvidas especialmente para isso, normalmente conhecidas como camisinhas “clímax control”. O diferencial dessas camisinhas é que elas contam com benzocaína, um agente entorpecente tópico que ajuda a reduzir sua sensibilidade, porém, essas camisinhas podem diminuir o prazer nas mulheres também.

Pratique ioga: Sim, virar um cara mais calmo e começar a praticar ioga pode fazer com que você melhore consideravelmente seu tempo na cama. Um estudo descobriu que 1 hora de ioga diária durante 12 semanas quadruplicou a duração do sexo da maioria dos participantes de 33 segundos para 1 minuto e 52 segundos. As melhores posições de yoga para isso são aquelas que promovem relaxamento e que fortalecem os músculos pélvicos.

Pense em outra coisa: Em uma escala de 1 a 100, tente ficar por volta dos 30 pontos de excitação, nas horas que achar que não vai aguentar, pense em outra coisa. À medida que você fortalece seus músculos pélvicos, aprenda a senti-los começar a ficarem mais apertados enquanto você fica mais excitado. Quando isso acontecer, desacelere e relaxe novamente.

Comece e pare: Sua namorada já sabe do seu problema, e então, ela tentará ajudar você. Nesse caso, combine com ela que algumas vezes vocês irão começar a penetração e parar quando você achar que não aguenta mais segurar, até que você se acalme e comece de novo, e assim você consegue fazer o sexo durar mais tempo e consegue treinar seus músculos e aos poucos melhorar seu desempenho na cama.

Com essas dicas você já começa a perceber uma boa melhora no seu tempo na cama e começa a demorar um pouco mais para gozar, mas, se o seu problema parece mais grave procure um médico e tente fazer uso de remédios ou começar tratamentos mais sérios que farão com que você resolva de vez o seu problema. Tenha atenção com o seu emocional e lembre-se que muitas vezes você não está conseguindo se sair melhor justamente por causa dele.

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *