Pênis torto é normal? Entenda as causas e como proceder

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Assim como a cor, forma e tamanho dos pênis dos caras são diferentes, a sua curvatura também pode ser diferente. É completamente normal (e comum) ter um pênis com uma certa curvatura para o lado, para cima ou para baixo quando ereto. No entanto, se seu pênis é curvo e você sente dor quando você começa uma ereção, é importante falar com seu médico e descobrir o que está acontecendo.

Porém, um pênis torto pode se tornar assunto sério dependo do grau de curvatura. Alguns homens sofrem com distúrbios graves no pênis, como com a doença de Peyronie, uma condição médica causada pelo desenvolvimento de tecido cicatricial dentro do pênis. A doença de Peyronie causa curvaturas anormais no pênis e ereções dolorosas, muitas vezes causando ansiedade e estresse significativo entre os homens e suas parceiras sexuais.

Para determinar o método correto de tratamento e corrigir o problema, é importante que o médico saiba distinguir casos entre a doença de Peyronie e uma simples curvatura do pênis. Os homens podem explicar melhor seus casos contando exatamente seus sintomas para que o médico consiga encontrar as causas, os fatores de risco e as opções de tratamento para cada condição.

Quando o pênis torto é normal?

Quando os homens são sexualmente excitados, o sangue flui para as áreas esponjosas no eixo do pênis, fazendo com que ele aumente de tamanho e endureça na hora da ereção. Quando a área esponjosa dentro do pênis não se expandir uniformemente, o pênis pode ficar curvo.

Uma recente pesquisa médica indica que quase 20 por cento de todos os homens nascem com o pênis torto. Para aqueles que nascem com a condição, a curvatura é normalmente devido a diferenças normais na anatomia do pênis. Homens que desenvolvem uma curva de pênis mais tarde, geralmente experimentam danos ao pênis ou algum tipo de mudança na anatomia do mesmo. No caso da doença de Peyronie, um tecido cicatricial cresce dentro do pênis, causando uma curva anormal e ereções dolorosas.

Podem existir várias causas subjacentes para um pênis torto, e o tecido fibroso hereditário (colágeno) e as diferenças normais na anatomia do pênis são duas das causas mais comuns. Lesões penianas, distúrbios autoimunes e certos medicamentos também contribuem para curvaturas, e inclusive remédios que utilizam bloqueadores beta (utilizados para tratar a pressão alta) podem, às vezes, deixar você com o pênis torto.

Embora um pênis torto possa não necessariamente exigir tratamento médico, muitos homens optam por corrigir sua condição com várias terapias. Como alguns estudos sugerem, as mulheres às vezes acham que um pênis torto é pouco atrativo e sexualmente indesejável, e como resultado, a relação sexual pode tornar-se menos agradável, e mais dolorosa, para ambos os parceiros sexuais, porém, se a curvatura do seu pênis for leve, dificilmente esse fator irá atrapalhar na hora do sexo, e inclusive, ter alguma curvatura leve no pênis pode fazer a penetração profunda mais prazerosa para a mulher. Existem casos e casos com diferentes curvaturas no pênis, e por isso você deve saber qual é o seu.

Hoje em dia, é possível corrigir a curvatura do pênis sem intervenção cirúrgica em alguns casos, onde é usado um dispositivo de tração peniana. Porém, há momentos em que a cirurgia pode ser necessária, consulte um urologista, ou especialista que lida com problemas urinários e sexuais.

A doença de Peyronie: quando o pênis torto não é normal

A doença de Peyronie é uma condição médica que resulta da presença de tecido cicatricial no corpo do pênis e que provoca ereções dolorosas. Essencialmente, é uma desordem do tecido conjuntivo.

Enquanto uma ereção curvada é comum para alguns homens, a doença de Peyronie causa uma curva significativa do pênis e dor intensa. Ela pode impedir os homens de ter relações sexuais, e muitas vezes contribui para a disfunção erétil, ou impotência.

Os sintomas podem aparecer de repente e inesperadamente, ou podem se desenvolver ao longo dos anos. Os cinco sinais mais comuns incluem surgimento inicial de tecido cicatricial, aumento na curvatura do pênis, dor no pênis, impotência e pênis pequeno. O tecido cicatricial associado à doença de Peyronie, também conhecido como “placa” é caracterizado por protuberâncias planas que podem ser sentidas sob a pele do pênis.

A doença de Peyronie causa uma curvatura incomum e significativa no pênis, que pode se curvar para cima, para baixo ou para o lado esquerdo ou direito. Em alguns casos, o pênis ereto parece uma ampulheta com uma faixa fina em torno de seu eixo.

A dor é um sintoma comum. Alguns homens têm dor apenas durante uma ereção, enquanto outros experimentam orgasmos dolorosos. Um pênis severamente curvo pode até mesmo ser doloroso ao toque.

Homens com a doença de Peyronie muitas vezes experimentam problemas de ereção, como a disfunção erétil. Eles podem achar extremamente difícil obter uma ereção ou manter uma. Em alguns casos, o pênis pode realmente tornar-se mais curto devido à curvatura da doença.

Curvaturas menores no pênis geralmente não conduzem à doença de Peyronie, mas inúmeros fatores podem contribuir para a acumulação de tecido cicatricial, e estes incluem hereditariedade e genética, idade, e distúrbios do tecido conjuntivo. Fumar e a cirurgia da próstata também estão ligados ao desenvolvimento da doença de Peyronie.

A curvatura anormal e dor intensa associada com Peyronie raramente melhora sem intervenção médica. Um diagnóstico preciso é necessário para excluir outros problemas de saúde e determinar a melhor opção de tratamento.

Os médicos geralmente preferem não arriscar uma cirurgia mais complicada para a correção da curvatura do pênis se um pênis torto cumpre três condições: Se a curva do pênis não é grave, se o sexo é possível sem dor, e se a dor é muito leve. Os medicamentos orais e as injeções penianas são as vezes utilizadas em tratamentos para a curvatura do pênis, mas as evidências médicas atuais indicam que estes métodos são limitados em sua eficácia.

Médicos tipicamente recomendam uma cirurgia apenas se uma deformidade peniana é grave, dolorosa e impede a relação sexual. Procedimentos cirúrgicos comuns incluem encurtamento do pênis, alongamento do pênis ou inserção de implantes penianos.

Portanto, se o seu pênis tem uma curvatura que não incomoda em nada na hora do sexo e se você não sente dor durante a ereção, não há motivos para se preocupar, e ter o pênis torto é normal. Caso você sinta dor ou algum sintoma da doença de Peyronie, procure um médico.

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *